Em busca da Ecotopia...

Brasil é destaque em relatório anual sobre energia nas cidades

Publicado por focs em 21/09/2015 às 08h15

O que as cidades do mundo estão fazendo para antecipar, mitigar e adaptar às alterações climáticas no período de preparação para a Conferência das Partes em Paris no final deste ano (COP21)? O infográfico abaixo - também disponível no site do CDP, resume os resultados obtidos.

Com mais de metade da população mundial, dois terços do consumo de energia do mundo, e 80% do PIB do mundo, as cidades não só tem influência direta sobre as emissões de gases de efeito de estufa, mas também enfrentam a maior concentração de riscos físicos, sociais e econômicos associados à mudança climática.

CDP (anteriormente Carbon Disclosure Project) é uma organização internacionalsem fins lucrativos que disponibiliza um sistema global de medir, disponibilizar, gerenciar e compartilhar informações ambientais vitais, para empresas e cidades. Este ano, 308 cidades enviaram informações à CDP, com uma ênfase na modalidade de geração de energia elétrica - limpa versus combustível fóssil. A geração de eletricidade é a maior fonte de emissões de carbono a nível mundial, gerando 12,6 gigatoneladas de CO2 (2015).

A análise dos dados CDP 2015 mostra que, das cidades participantes, as latino-americanas obtêm em média 76% de sua eletricidade a partir de fontes limpas, enaquanto as cidades europeias obtiveram em média 59%. As cidades participantes na região da Ásia Pacífico obtêm coletivamente 15% da sua eletricidade a partir de fontes combustíveis não fósseis. No geral, as cidades estão fazendo grandes progressos na transição de combustíveis fósseis para a adoção de energia limpa: 35% das cidades respondentes recebem três quartos de sua eletricidade a partir de fontes de combustíveis não fósseis.

 

 

 

 

Algumas cidades importantes que lideram esta transição para um modelo de baixo carbono incluem Aspen, Basel, Santa Monica, San Francisco e Estocolmo. Todas essas cidades têm metas para obter 100% de sua eletricidade por fontes renováveis. Noventa e seis cidades já estão tomando ações para diminuir fontes fósseis de sua rede energética. E estas cidades entendem o business case para fazê-lo: 86% delas dizem que vêem oportunidades econômicas nos esforços para combater as alterações climáticas.

A mudança poderia ser muito mais rápida se contasse com mais apoio do setor privado. Muitas cidades citam a necessidade de se obter financiamento público para concretizar as suas ambições de baixo carbono, e mais da metade dos projetos que buscam apoio estão localizados no mundo em desenvolvimento, principalmente na América Latina e África.

Informações sobre as fontes de energia para obtenção de energia para cada uma das cidades participantes podem ser obtidas no mapa interativo disponibilizado pelo CDP.

Fonte: CDP / Aecom

Categoria: Energia, Gestão, Sociedade
Tags: cidades, energia fóssil, energias renováveis

voltar para Em busca da Ecotopia...

left show tsN fwR|left tsN uppercase fsN fwB|show fsN uppercase right fwB|bnull|||login news normalcase c10|fsN fwR c10 normalcase|normalcase c10|news login fwR c10 normalcase|tsN fwR c10 normalcase|fwR normalcase c10|content-inner||