Em busca da Ecotopia...

Mordomos para bicicletas? Na Dinamarca tem...

Publicado por focs em 02/07/2015 às 17h32

        

 

O papel mais importante que um mordomo de bicicletas precisa fazer é recolher bicicletas deixadas em locais inaquedos e colocá-las no suporte mais próximo, sempre de bom humor e com um sorriso no rosto! No entanto, este amável funcionário público não apenas irá colocar a bicicleta infratora no local correto, mas também irá lubrificar a corrente e também calibrar os pneus, se necessário for.

Lançado em 2010, como parte da estratégia de Copenhagen, capital da Dinamarca, em se tornar a melhor cidade do mundo para ciclistas, o serviço foi disponibilizado em seis estações de metrô pela cidade. A ideia é motivar os ciclistas a mudarem o comportamento fornecendo uma experiência agradável, acenando e sorrindo. Adicionalmente, os mordomos recrutados são parte de um projeto para ajudar pessoas desempregadas a voltarem ao mercado de trabalho.

          

 

Porque mexer nas bicletas?

É importante que as bicicletas estejam estacionadas corretamente para não atrapalharem outros ciclistas e pedestres que circulam pelas estações de metrô. Além disso, e ainda mais importante, bloqueiam o acesso de bombeiros e ambulâncias em caso de emergência.

        

Onde as bicicletas são colocadas e como seus donos as encontram?

Nas seis estações de metrô foram colocadas placas orientando onde estacionar e por que, e informando que o mordomo poderá remover as bicletas estacionadas incorretamente e para qual local. O mordomo de bicicletas então deixa um recado no guidão da bicicleta explicando o projeto e desejando ao ciclista um bom dia! Bicicletas negligenciadas repetidas vezes deixam de ter o serviço de lubrificação e calibração de pneus.

       

Um projeto piloto que funcionou

O projeto se mostrou um grande sucesso e poucos abusaram dos bons mordomos. Contagem das bicicletas estacionadas em locais inadequados antes e depois da implementação do projeto mostrou uma grande diminuição nas infrações após conhecerem os mordomos. Ciclistas e usuários do metrô estão muito satisfeitos com a iniciativa, bem como o mordomo em seu novo emprego. 

O projeto foi lançado em 2010 e sua expansão está prevista no “Copenhagen’s Bicycle Strategy & Policies” 2014.

Fonte: Cycling Embassy of Denmark

 

Categoria: Gestão, Sociedade, Tecnologia e Inovação
Tags: ciclovia, cidades, sustentabilidade

voltar para Em busca da Ecotopia...

left show tsN fwR|left tsN uppercase fsN fwB|show fsN uppercase right fwB|bnull|||login news normalcase c10|fsN fwR c10 normalcase|normalcase c10|news login fwR c10 normalcase|tsN fwR c10 normalcase|fwR normalcase c10|content-inner||