Em busca da Ecotopia...

Primeiro complexo de escritórios feito por uma impressora 3D

Publicado por focs em 03/07/2015 às 07h15

DUBAI CONSTRUIRÁ O PRIMEIRO ESCRITÓRIO DO MUNDO UTILIZANDO IMPRESSORA 3D

No último dia 30 de junho em Dubai, foram apresentados os projetos da primeira edificação inteiramente funcional feita no mundo utilizando a tecnologia de impressão em 3D. O objetivo é colocar os Emirados Árabes Unidos como o centro global tecnológico em arquitetura, construção e design.

 

O empreendimento ficará próximo ao "Museum of the Future" (Museu do Futuro), lançado no início do ano em Dubai e servirá como escritório temporário para os seus funcionários. Terá aproximadamente 200 metros quadrados e será impresso camada por camada utilizando uma impressora 3D de seis metros de altura, para então ser montado no local em questão de semanas. Todo o mobiliário interno, detalhes e componentes estruturais também serão contruídos por impressoras 3D. 

 

O projeto é a primeira grande iniciativa do "Museu do Futuro" e é parte da parceria entre Dubai e a empresa chinesa WinSun Global, junto com as empresas de engenharia e arquitetura Gensler, Thornton Thomasetti, e Syska Hennessy.

Seu design foi concebido baseado em pesquisas realizadas sobre as necessidades do trabalho no futuro e representa o que há de mais moderno em design no ambiente de trabalho. O ambiente é aberto e flexível, possibilitando sua utilização para fins variados e equipes de trabalho de tamanhos diversos. A ideia é juntar profissionais, membros da comunidade e especialistas em eventos públicos e privados. 

 

O projeto marca o início de uma transformação nos setores de construção e design: a adoção da impressão em 3D e fabricação digital. Este projeto será a mais moderna estrutura jamais feita utilizando a tecnologia 3D nestas dimensões, e a primeira a ser colocada para uso real.

Especialistas estimam que a tecnologia de impressão em 3D pode reduzir o tempo de produção de 50% a 70%, reduzir os custos com mão de obra de 50% a 80% e eliminar de 30% a 60% do desperdício na construção. Toda esta economia se traduz em maior produtividade, rentabilidade e sustentabilidade.

Fonte: Museum of the Future

 

Categoria: Arquitetura e Construção, Materiais, Sociedade, Tecnologia e Inovação
Tags: arquitetura, cidades, construção sustentável, impressão 3D

voltar para Em busca da Ecotopia...

left show tsN fwR|left tsN uppercase fsN fwB|show fsN uppercase right fwB|bnull|||login news normalcase c10|fsN fwR c10 normalcase|normalcase c10|news login fwR c10 normalcase|tsN fwR c10 normalcase|fwR normalcase c10|content-inner||